Nesta série de posts, utilizo o modelo de “facilitador hábil” criado por Roger Schwarz em seu célebre livro, “The Skilled Facilitator”, para falar de algumas características desejadas do Scrum Master. Neste segundo post, falamos da principal atribuição do Scrum Master.

O Scrum Master habilita o time a aumentar sua efetividade. A principal atribuição do Scrum Master, enquanto facilitador, é ajudar o Time de Scrum a aumentar a sua efetividade. Para tal, ele ajuda a habilitar os membros do Time de Desenvolvimento e o Product Owner a melhorarem:

  • seus processos: como trabalham juntos, ou seja, como se comunicam, como é o seu processo criativo, como identificam e resolvem problemas, como lidam com conflitos e como se relacionam com seu entorno;
  • sua estrutura: características relativamente estáveis importantes para o funcionamento do grupo, como a existência de metas claras a serem realizadas, de uma composição do time adequada para a realização de suas tarefas, de tarefas motivadoras, de valores e crenças consistentes com um time efetivo, de normas ou acordos explícitos derivados desses valores e crenças, e de tempo suficiente para realizar seu trabalho e para melhorar sua forma de trabalhar;
  • seu contexto: como o contexto no qual o time está inserido (por exemplo, sua organização ou setor) influencia a sua efetividade, como a existência de objetivos organizacionais claros, de uma cultura organizacional que apoie o uso do Scrum e de práticas de gestão que tornem o time mais efetivo, da premiação de comportamentos do time (e não do indivíduo) consistentes com os objetivos do time, de informações necessárias para realizar o trabalho, de feedback sobre o seu trabalho, de acesso a treinamento e consultori
  • a que se façam necessários para possibilitar a resolução de problemas, aumentar seus conhecimentos e desenvolver habilidades necessárias para realizar seu trabalho, de acesso ao material e tecnologia necessários e de um ambiente físico adequado.

O Scrum Master, enquanto facilitador, intervém diretamente no processo, estrutura e contexto do Time de Scrum para ajudá-lo a se tornar mais efetivo. Mas, ao mesmo tempo, o Scrum Master estimula o time a refletir sobre como pode melhorar seu processo, estrutura e contexto, e ensina-o a desenvolver as habilidades necessárias para atuar neles por si só, pois a responsabilidade de aumentar sua efetividade pertence ao próprio time.

Essas mudanças, no entanto, só podem ocorrer se o Time de Scrum possuir a autoridade necessária para realizá-las e se todos os seus membros compartilharem a responsabilidade por essas mudanças. Embora o time não possua controle direto sobre seu contexto, ele pode influenciá-lo e provocar mudanças que o possibilitem a se tornar mais efetivo.

Veja todos os posts dessa série:

  • o Scrum Master é neutro;
  • o Scrum Master habilita o time a aumentar sua efetividade, tratado neste post;
  • o Scrum Master habilita o time a aumentar sua autonomia;
  • o Scrum Master não é intermediário ou representante;
  • o Scrum Master é um especialista nos processos, não no conteúdo.

 

SCHWARZ, R. _The skilled facilitator_: a comprehensive resource for consultants, facilitators, managers, trainers and coaches. 2. ed. San Francisco: Jossey-Bass, 2002.