4 práticas Ágeis para o desenvolvimento de produtos enxutos

As organizações têm experimentado diversos métodos e processos para desenvolver produtos enxutos mais aderentes às necessidades dos seus clientes. Existem aspectos valiosos em cada um dos vários processos experimentados. O grande desafio é escolher as práticas ágeis que funcionam melhor para suas equipes e para os valores que a marca deseja transmitir.

Independente das ferramentas escolhidas, as quatro práticas abaixo são indispensáveis para o desenvolvimento de qualquer produto:

  1. Ciclos curtos – dê pequenos passos, tente algo novo e veja como ele funciona. Se falhar, ao menos investiu muito pouco e pode descartar facilmente. Se tiver êxito, continue fazendo e melhorando.
  2. Retrospectivas regulares – no final de cada ciclo, avalie o que ocorreu bem, o que não ocorreu bem e foque em coisas importantes que podem melhorar no próximo ciclo.
  3. Colocar o cliente no centro de tudo – todos devem ser obcecados por gerar valor para os clientes. Qual problema dos nossos clientes estamos resolvendo? Como avaliamos se estamos entregando algo que os clientes precisam? Como isso afeta o que priorizamos?
  4. Simplicidade – a simplicidade é a tendência na era digital. A forma mais fácil de simplificar um software consiste em eliminar funcionalidades. Concentre-se no que é fundamental.

Seus clientes não se importam com qual processo ou ferramenta você utiliza. Eles se preocupam com produtos e serviços que resolvem problemas significativos para eles de maneira eficaz.

Você curtiu este post? Lembrou-se de outras práticas importantes? Deixe um comentário neste texto e compartilhe a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!

Por |2018-09-16T18:30:09+00:0022 de junho, 2017|Cultural, Negócio, Product Owner, Scrum, Software Ágil|

Sobre o Autor:

Apaixonado por inovação, com experiência em desenvolvimento de produtos digitais utilizando práticas de Design Thinking, Lean Startup e Desenvolvimento Ágil

Um Comentário

  1. […] 4 Práticas Ágeis para o desenvolvimento de produtos enxutos […]

Os comentários estão encerrados.