Não há duvidas de que o ScrumMaster é um facilitador. Alguém, cujo expertise em soft skills ajuda o time a ser mais eficiente, não apenas nas reuniões e eventos do Scrum, mas também durante o dia a dia de trabalho. Embora conhecer técnicas de facilitação seja um papel primário do ScrumMaster, tanto Product Owners como membros do time de desenvolvimento podem se beneficiar das técnicas e práticas de facilitação.

Mas afinal, o que é facilitação?

Facilitação é um processo pelo qual uma pessoa suficientemente neutra e que não possui autoridade considerável no processo decisório do grupo, diagnostica e intervém para ajudar o grupo a melhorar como ele identifica e resolve problemas e toma decisões, para aumentar a efetividade do grupo.

Uma das preocupações de um Facilitador é identificar e tratar as disfunções que ocorrem no dia a dia do trabalho. Entendemos por disfunção qualquer comportamento indesejado, seja ele consciente ou inconsciente, que atrapalhe ou desvie o foco do trabalho do time, como por exemplo:

– membros de time que chegam tarde ou saem cedo;
– problemas de comunicação e entendimento nas discussões no trabalho;
– agressividade ou passividade diante de dificuldades;
– desinteresse ou falta de participação de um ou mais membros do time;
– membros do time que monopolizam as discussões e/ou decisões técnicas.

Um profissional que domina as técnicas de facilitação possui as armas e ferramentas necessárias para endereçar e evitar ou resolver os problemas citados acima, de forma que seu time passe a ser mais produtivo e evolua rumo à maturidade esperada.

Um exemplo é a técnica conhecida como Five Fingers, criada para ajudar na obtenção de consenso.

Leia mais conteúdos sobre Facilitação:

Transformação Ágil: 5 práticas para promover mudanças
Será que somos um time?
O time tarefeiro e o time de produto

Descubra quais são os pápeis do Facilitador e Técnicas de Facilitação com treinamento de Técnicas Ágeis!treinamento técnicas ágeis de facilitação