A famosa “retrospectiva de final de ano”

Mais um ano se passou, e como sempre acontece, as pessoas começam a criar seus planos para o novo ano. Nessa época é muito comum ver amigos e familiares discutindo o que foi bom e o que foi ruim e a partir daí criam-se as famosas resoluções de ano novo. São famosas não pelo conteúdo, mas pelo simples fato de que nunca são cumpridas.

Se você esperou o ano inteiro para avaliar onde errou e onde acertou, atenção: seu sprint está longo demais

Postei essa frase no meu Facebook e as pessoas concordaram comigo. Sim, faz muito sentido: por que nossas metas são tão de longo prazo assim? Metas assim são vagas demais, difíceis de alcançar e frequentemente caem no esquecimento.

Que tal então ter ciclos mais curtos, assim como fazemos com os métodos Ágeis? Retrospectiva não é para fazer apenas uma vez ao ano! Faça retrospectivas trimestrais, mensais, quinzenais ou mesmo semanais. Escolha o que for melhor para você, mas não se esqueça: quanto mais frequente, melhor!

Por | 2017-10-18T20:55:21+00:00 5 de Janeiro, 2015|Retrospectivas, Scrum|

Sobre o Autor:

Marcos Garrido é o único Certified Enterprise Coach (CEC) brasileiro, fazendo parte do seleto grupo de 34 pessoas no mundo que possuem as duas certificações mais importantes da Scrum Alliance. Com grande atuação internacional, Marcos possui larga experiência em gestão de produtos.